Em tempos de fake news, mudanças de algoritmos no Facebook e Instagram e muita concorrência pela atenção das pessoas na internet, criar conteúdos relevantes, autênticos e estratégicos fazem toda a diferença na divulgação do seu negócio. E se esse conteúdo realmente fizer a diferença e impactar a vida de alguém e esse alguém compartilhar com outro alguém que também se beneficia daquele conteúdo e compartilha também… isso vai se espalhando e alcança um número enorme de pessoas que viram e gostaram do que você entregou. 

Você tem noção do poder dessa bola de neve digital? É o que chamamos de ‘viralizar um conteúdo’ e, minha amiga, se você já teve um conteúdo viralizado na internet, sabe bem do que eu tô falando!

Um conteúdo viralizado é o sonho de todo empreendedor digital, que fica buscando ideias e insights para publicar textos, fotos e vídeos que conversem com o seu cliente ideal, que dê autoridade naquele nicho de mercado. 

O segredo é saber exatamente o que publicar para criar conexão, empatia e relacionamento com pessoas que querem consumir seus produtos e serviços. 

Mas o que faz um conteúdo ser apaixonante a ponto de se espalhar na rede? 

1. Crie um título phoda!

O título é a chamada para prender a atenção do internauta em poucos segundos. Não importa se é um artigo ou um vídeo, o título precisa ser muito bem pensado para atrair e conquistar as pessoas. Ele precisa deixar claro o que você quer passar e ao mesmo tempo aguçar a curiosidade para a pessoa querer saber mais sobre aquele conteúdo. 

Aqui vão algumas dicas de como criar títulos irresistíveis e impossíveis de serem ignorados:

– Pesquise conteúdos parecidos com o que está criando e analise os títulos dos mais comentados e compartilhados para verificar o que eles têm de tão especial para viralizar. 

– Se coloque no lugar do seu leitor/seguidor e pense que tipo de título prende a sua atenção. É importante entender o próprio comportamento para identificar o comportamento do outro.

– Faça listas! Enumerar informações atrai a grande maioria das pessoas e, não me perguntem porque, mas os números 5 e 7 são mágicos na hora de criar post em forma de listas. Quem nunca abriu um post com 5 dicas de como fazer alguma coisa? Pode assumir! É batata!

– Use a palavra ‘você’ no título para a pessoa se conectar com o seu conteúdo

– Ative a sensação de urgência e importância utilizando palavras estratégicas. “Inacreditável”, “Impressionante”, “Surpreendente”, “Imperdível” são bons exemplos disso. 

2. Atenda ao seu público-alvo

Agora é hora de anotar essa dica: quem quer escrever ou fazer vídeos pra todo mundo, acabando escrevendo ou falando para… 

N-I-N-G-U-É-M! 

Isso mesmo que você leu: ninguém! Quem quer falar com todo mundo acaba dando um tiro no pé e não criando conexão com quem deveria. Você já fez a lição de casa sobre quem é o seu cliente ideal? Você PRECISA saber com quem está falando, com quem realmente quer se comunicar. Quais são seus sonhos, problemas e interesses. O que ele pesquisa na internet e o que ele busca num produto ou serviço. 

E eu te digo mais, ao estudar o perfil do seu cliente ideal você vai se surpreender com a enxurrada de insights e ideias fantásticas para produzir conteúdos que vão atingir quem você quer e quem precisa do que você tem a oferecer. 

Sem saber com quem você quer falar, seu conteúdo vai nadar, nadar e morrer na praia. Sem alcance, sem curtidas e sem compartilhamento. Você não quer isso, né? 

3. Crie conteúdo útil e relevante

Na minha comunicação digital, os conteúdos que mais trouxeram engajamento foram os escritos em um tom muito pessoal, no qual eu me conecto com a minha cliente através das minhas experiências de vida, e os posts que traziam informações relevantes para ela se comunicar melhor com seus clientes, ter uma marca mais forte e empreender com mais iniciativa. 

Os conteúdos que eu produzo com dicas, guias e manuais – como esse que você está lendo agora – são feitos com muita pesquisa, carinho e dedicação. Sempre que eu vou pensar em um conteúdo, sempre me faço as seguintes perguntas:

– Como isso pode melhorar a vida da minha cliente/leitora/seguidora?

– Que mudança eu posso fazer no negócio (ou até na vida) dela se ela aplicar as informações ou ações que eu estou passando?

– Esse conteúdo gera algum valor pra ela? Traz algum benefício ou utilidade? Acrescenta alguma coisa?

– Qual a relevância desse conteúdo? 

Esse conselho serve para todo e qualquer tipo de negócio e conteúdo. Até mesmo se você vai indicar um filme de comédia para o fim de semana no seu Instagram. Se você trabalha a sua comunicação digital de forma construtiva e com o objetivo de instruir, empoderar, inspirar, orientar e fortalecer o seu cliente ideal, as chances de ter seus conteúdos viralizados são muito maiores.

4. Fique atento aos assuntos do momento e fale sobre eles

É essencial que você esteja antenada aos assuntos que viram notícia em tempo recorde. Quando se trata de algo relacionado ao que você faz, as pessoas esperam que você comente ou analise o tema. Por exemplo, quando Mark Zuckenberg anunciou as mudanças no algorítmo do Facebook muita gente veio me perguntar o que eu pensava sobre isso e eu, lógico, fiz vários conteúdos falando sobre o assunto. Desde posts e uma Live na minha página do Facebook até um vídeo no Youtube dando dicas de como driblar as novas regras. Isso me rendeu um resultado muito positivo! 

Se eu não estivesse atenta ao que acontece no mundo e principalmente aos assuntos relacionados ao meu negócio, certamente perderia o timing para publicar esses materiais e até a oportunidade de fazer conteúdos relevantes para a minha audiência. 

Eu só quero te lembrar uma coisa super-mega-blaster importante: tenha absoluta certeza que aquela notícia ou informação que você está comentando ou analisando seja verdadeira. Confirme de onde vem e se mais gente está falando sobre isso. Infelizmente tem muita notícia falsa por aí e não vale a pena se queimar só para sair na frente de todo mundo achando que está abafando. O tiro pode sair pela culatra!

Outra coisa, quando eu digo para você criar conteúdos baseados em assuntos que estão bombando na internet não significa que você precisa comentar ou analisar TUDO que que vê pela frente. Pense se o seu público se interessa por esse tema e se dedique a fazer um conteúdo que realmente tenha relevância. Senão você corre o risco de ser só mais uma falando o que todo mundo tá falando e a chance disso viralizar só diminui.  

5. Chame para ação SEMPRE

Às vezes o óbvio para você não é tão óbvio para o seu cliente/leitor/seguidor. Você acredita que se uma pessoa gostar do seu conteúdo ela vai automaticamente curtir, comentar e/ou compartilhar, mas nem sempre ela lembra de fazer isso. Que tal dar uma mãozinha para ela não esquecer? 

Em cada texto, foto ou vídeo, convide-a a tomar uma atitude sobre aquele conteúdo (se ela gostar, é claro!). Peça para que curta, comente e compartilhe com outras pessoas aquele material.

Entenda que você não está pedindo um favor, uma caridade. Você está simplesmente ativando o gatilho mental da comunidade. O ser humano tem uma vontade inconsciente de fazer parte de grupos sociais com quem admiramos. E quando temos acesso a um conteúdo interessante e que pode interessar pessoas do nosso convívio (real e até digital), queremos compartilhar aquilo e fortalecer a identidade do grupo todo. O problema é que muitas vezes deixamos essa vontade passar batida e esquecemos de compartilhar. Assim, um pequeno aviso com uma chamada para ação (mais conhecido como ‘call-to-action) certamente é um excelente incentivo. 

Você pode fazer isso no último parágrafo de um post, com frases do tipo: “Curtiu esse conteúdo? Então divida a novidade com suas amigas” ou “Marque aquela amiga que está precisando dessa mensagem”. Num vídeo do Youtube, convide para assinar seu canal e compartilhar nas redes sociais. 

Notou que o pedido é sempre um verbo de ação? Divida, curta, comente, compartilhe, faça o download, clique aqui, se inscreva e por aí vai. É uma estratégia para incentivar ainda mais o comportamento ativo de quem está lendo ou assistindo aquele conteúdo. 

Se você ainda não faz isso, eu recomendo fortemente que você comece hoje mesmo a fazer. Combinado?

6. Faça vídeos, vídeos e mais vídeos

Deixei esse tópico por último pra fechar com chave de ouro esse texto cheio de dicas para você viralizar seus conteúdos na internet. Eu precisaria de um post inteirinho só para falar da importância de fazer vídeos para divulgar sua marca, seu negócio, seus produtos e seus serviços, mas vou apenas te incentivar a perder o medo da câmera e começar hoje mesmo a gravar seus vídeos. 

Todas as pesquisas e tendências sobre marketing e comunicação digital são unânimes em dizer que os vídeos são os meios mais eficazes para alcançar pessoas. Isso significa que quem não aposta em produzir vídeos está indo contra a maré e pode ficar pra trás na divulgação da sua empresa. 

“Mas Amanda, eu não sei editar e não tenho o aparato para gravar vídeos profissionais”!

E quem foi que disse que precisa disso tudo? Basta você e um celular. Ah, e um bom conteúdo pra divulgar, né? (E de preferência uma boa conexão com a internet).

Gente, com um celular você consegue fazer stories de onde estiver (adoro fazer quando estou no Uber), vídeos com legenda e até Lives no Facebook e Instagram. Sério, não tem desculpa para não investir em vídeo para alavancar a sua comunicação digital. E se você curte e já faz, bora bombar e viralizar seus conteúdos em vídeo? 😉